MENU

Blog.

20 . 06 . 2018

Sensibilidade Não-Celíaca ao Glúten

O termo “Sensibilidade Não-Celíaca ao Glúten” (SNCG) foi inicialmente introduzido em 1978, mas tem ganho mais notoriedade recentemente. Basicamente, esta patologia consiste no aparecimento de sintomas decorrentes da exposição ao glúten (proteína presente no trigo, centeio e cevada). Estes sintomas manifestam-se em menos de 24 horas e são predominantemente gastrointestinais (distensão ou dor abdominal, alterações do trânsito), mas também podem ser extra-intestinais (mal-estar, fadiga, cefaleias, etc.).

CONTINUE A LER
Categorias: Alergias, Digestão, Nutrição

31 . 05 . 2018

Eficácia do Protocolo Paleo Auto-Imune na Doença Inflamatória Intestinal

A doença inflamatória intestinal (DII), que inclui a doença de Crohn (DC) e a colite ulcerosa (CU), é uma categoria de complexas doenças gastrointestinais, auto-imunes, com frequentes manifestações sistémicas. São doenças multifactoriais, em que há uma susceptibilidade genética, principalmente na regulação da interacção do sistema imunitário com a flora intestinal, bem como factores ambientais e alimentares. Estas doenças provocam, frequentemente, graves limitações da qualidade de vida.

CONTINUE A LER
Categorias: Autoimunidade, Nutrição

31 . 05 . 2018

Dieta pobre em gordura vs. Dieta pobre em hidratos de carbono - Estudo de 12 meses

Hoje em dia, o debate sobre qual a dieta mais eficaz para a perda de peso é muito aceso. De um lado, temos os adeptos da dieta pobre em hidratos de carbono (incluindo o extremo da dieta cetogénica) para quem os hidratos de carbono são a razão da epidemia de obesidade dos tempos modernos. Em oposição, temos os seguidores de uma dieta baixa em gorduras, que defendem que o consumo de gordura leva à acumulação da mesma, no organismo.

CONTINUE A LER